As garrafas encalhadas

Publicado: agosto 31, 2010 em Bafos, Vinhos
Tags:, , ,

 

Talvez eu devesse criar uma série de textos. “Das coisas que eu quero fazer e nunca faço”. Uma das coisas que há um tempo penso em fazer é criar uma rotina de indicações de vinhos neste espaço. Não que eu seja algum grande entendido em matéria de vinhos, sou um amador no sentido mais literal possível da palavra.

Há uns dois meses comecei a guardar as garrafas dos vinhos que eu não conhecia e experimentava. A ideia era, assim que sobrasse um tempo, fazer uma avaliação do vinho e postar aqui. A medida em que os textos entravam no blog, as garrafas saiam da minha estante.

Garrafas começam a despertar afeto pelo tempo que estão na estante

 

O tempo passou e, como se pode ler nas postagens, nenhum único texto foi escrito. Resultado: DOZE garrafas de vinho vazias na minha já abarrotada estante. As garrafas disputam espaço com os livros e com a poeira, que insiste em surgir mesmo depois de uma boa faxina.

Vale lembrar que esses são apenas os vinhos tomados que eu ainda não conhecia, já que figurinha repetida não preenche álbum. O projeto continua, até porque, tem uns argentinos, uns chilenos carmenere, que valem a pena serem indicados. Além dos sudamericanos já citados, alguns europeus, principalmente italianos e portugueses, estão presentes.

Anúncios
comentários
  1. Natasha disse:

    Se tu resolver fazer essa série de textos já tens uma leitora assídua! Vinho deveria ser obrigatório nas refeições das pessoas! hehehhee…aguardarei tuas indicações de vinho!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s